11/08/2009

"Goodbye" Seems To Be The Hardest Word

What do I do to make you want me
What have I got to do to be heard
What do I say when it's all over
And sorry seems to be the hardest word

Sorry Seems to Be the Hardest Word, do álbum Blue Moves (1976) - Elton John

Permitam-me alterar o "Sorry" do título original para um mais nacional "Adeus", que nada tem a ver com a letra da música do Sir Elton.

Já por duas vezes encontrei no terminal dos expressos, em Lisboa, o mesmo pai e o mesmo filho a despedirem-se. Das duas vezes, partiram-me o coração. A criança, um rapazinho muito moreno, não deve ter mais de oito anos. Chora copiosamente, agarrado ao pai.

O pai, dono de uns lindos olhos azuis, conforta o filho, com beijos no cabelo, de uma forma muito controlada. Até que, inevitavelmente, o pequeno tem de entrar no veículo. Nessa altura, das duas vezes, o pai coloca os óculos escuros para que o filho não o veja a chorar, aumentando a dor da separação.

Por duas vezes, vi o pai a acenar ao filho com uma mão, até o autocarro sair do seu campo de visão, enquanto que, com a outra mão, limpa as lágrimas. Sozinho. Naquele terminal onde, diariamente, centenas (milhares?) de pessoas se despedem.

Também já me despedi de uma pessoas umas quantas dezenas de vezes naquele mesmo local. A dor de me despedir começa no exacto instante em que ele me pergunta "Vamos andando?". E custa. Muito. Ainda para mais quando odeio dizer "adeus" que, na minha opinião, é a palavra mais feia do dicionário.

Por norma, nunca digo "adeus". Prefiro um "até à próxima", ou um "quando chegar, aviso", ou um "vai-te embora, escusas de ficar aqui". Evito o terrível "adeus", porque, ao contrário da música, "sorry" não é a palavra mais dura.

3 comentários:

NI disse...

É uma palavra dura porque fica-se sempre com a sensação de que é definitiva.

Mas os casos que relatas não têm o sentido definitivo. É mais um "até já".

Mais duro, na minha opinião, é aquele "adeus" definitivo. E, mais duro ainda, quando não se deu oportunidade de dizer "adeus"...

Beijo enorme

Miguel disse...

Bonito.

Também já senti isso porque já tive de me despedir de pessoas importantes.

Mas o momento pior é quando dizes adeus e sabes que é adeus mesmo. Que aquela pessoa vai e não voltará...

Sorrow is the hardest word...

beijinho

Sofá Amarelo disse...

Puxa, que história linda! Intuo que terá a ver com pais separados, acontece... mas são as crianças que mais sofrem!

Quanto a despedidas, costumo usar um 'até já'!